CINEMA & EDUCAÇÃO

Dedicado a professores, alunos e amantes da 7ª Arte…

DANTON – O PROCESSO DA REVOLUÇÃO

DANTON – O PROCESSO DA REVOLUÇÃO (Danton)

 

 Gênero: Drama; Histórico;

Duração: 130 minutos

Lançamento: 1982

País: França; Polônia

Classificação etária: 16 anos

 

FICHA TÉCNICA

Direção: Andrzej Wajda

Roteiro: Jean-Claude Carrière, Jacek Gasiorowski, Agnieszka Holland e Andrzej Wajda, baseado em peça teatral de Georg Büchner e Stanislawa Przybyszewska

Produção: Margaret Ménégoz

Música: Jean Prodromidès

Fotografia: Igor Luther

Direção de arte: Gilles Vaster

Figurino: Yvonne Sassinot de Nesle

Edição: Halina Prugar-Ketling

Estúdio: Gaumont International / Les Films du Losange / Production Group X / TF1 Film Productions / S.F.P.C. – T.M. / P.P. Film Polski

Distribuidora: Gaumont / Triumph Releasing Corporation

ELENCO

Gérard Depardieu (Danton)

Wojciech Pszoniak (Robespierre)

Anne Alvaro (Eleonore)

Roland Blanche (Lacroix)

Patrice Chéreau (Desmoulins)

Emmanuelle Debever (Louison)

Krzysztof Globisz (Amar)

Ronald Guttman (Herman)

Gérard Hardy (Tallien)

Tadeusz Huk (Couthon)

Stéphane Jobert (Panis)

Marian Kociniak (Lindet)

Franciszek Starowieyski (Jacques-Louis David)

 

SINOPSE

Na primavera de 1794, Danton (Gérard Depardieu) retorna a Paris e constata que o Comitê de Segurança, sob a incitação de Robespierre (Wojciech Pszoniak), inicia várias execuções em massa. O povo, que já passava fome, agora vive um medo constante, pois qualquer coisa que desagrade o poder é considerado um ato contra-revolucionário. Nem mesmo Danton, um dos líderes da Revolução Francesa, deixa de ser acusado. Os mesmos revolucionários que promulgaram a Declaração de Direitos do Homem implantaram agora um regime onde o terror impera. Confiando no apoio popular, Danton entra em choque com Robespierre, seu antigo aliado, que detém o poder. O resultado deste confronto é que Danton acaba sendo levado a julgamento, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade foram facilmente esquecidas.

 

TEMA

Revolução Francesa; Terror Jacobino; Comitê de Segurança; Danton; Robespierre;

PREMIAÇÕES

 BAFTA 1984 (Reino Unido)

Venceu na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

 

Prêmio César 1983 (França)

Ganhou o prêmio de Melhor Diretor.

Festival de Montreal 1983 (Canadá)

Ganhou o prêmio de Melhor Ator (Gérard Depardieu e Wojciech Pszoniak).

Festiwal Polskich Filmów Fabularnych w Gdynia 1984 (Polônia)

Ganhou o prêmio da crítica.

 CURIOSIDADES

– O personagem do pintor Jacques-Louis David foi interpretado por um pintor na vida real, Franciszek Starowieyski.

Um comentário em “DANTON – O PROCESSO DA REVOLUÇÃO

  1. Almir de Castro
    14 de junho de 2014

    Sem comentarios, nota10.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: